in ,

Paulo Gustavo diz que encenar peça “vestido de mulher” ajuda na “causa gay”

O ator Paulo Gustavo, que anteriormente disse não querer levantar bandeira nenhuma e nego-se a responder que é gay, declarou em entrevista a Bruno Astuto, da revista Época, que somente o fato de fazer sucesso no teatro "vestido de mulher", na comédia 220 Volts, já é uma contribuição para a "causa gay".

+ Paulo Gustavo diz: "Levantar bandeira gera preconceito"

"Não me sinto pressionado a levantar a bandeira gay e não preciso falar da minha vida pessoal para debater a homossexualidade e o preconceito. Só o fato de fazer uma peça vestido de mulher, abordar esses temas árduos, fazer a peça ser um fenômeno, já é um ato político", declarou.

Segundo o ator, a grande preocupação é que a sua arte contribua com "alguma coisa", sobretudo crianças e idosos. "Se puder modificar um pouco a cabeça de quem está me assistindo, ficaria muito feliz. Se estou com o Thales (Bretas, seu namorado) ou não, isso só diz respeito a mim. Não preciso falar da minha vida pessoal para debater a homossexualidade e o preconceito. Falo e critico esses temas através da minha arte, com meus personagens: essa é minha contribuição para a causa gay".

Paulo também diz que vem sendo vítima da mídia e que muitos boatos são divulgados como se fossem verdade. "Esses blogs que falam mal de todo mundo, não são o melhor lugar para o público se informar sobre os artistas. Saiu que eu estava namorando o Marquinhos Majella, outro dia fui dar uma volta com o Fil Brás, meu amigo de muitos anos, o roteirista de tudo o que faço, e aí colocaram que eu estava dando uma volta com o meu namorado. Ou seja: preocupação zero com a verdade".

+ Paulo Gustavo assume namoro com dermatologista gato

Na entrevista, o ator ainda negou a fama de que seja estrela e que nega-se a tirar fotos com fãs. "Se estou no aeroporto, tiro 100 fotos com fãs entre a minha chegada, embarque e a entrada no avião. Mas se disser 'não' para alguém porque corro o risco de perder o voo, por exemplo, essa pessoa vai me odiar para sempre. Não tem jeito de agradar todo mundo".

Em boa fase, o artista declarou que criou uma pequena empresa e que tem atualmente 50 pessoas trabalhando em sua equipe. Na terça-feira (1º), ele estará ao lado de Ivete Sangalo apresentando a 22ª edição do Prêmio Multishow, que elegerá os melhores da música em 15 categorias.

Confira alguns dos personagens do ator: 
 


Como seria o homem perfeito para você?
Todo mundo tem um tipo de homem perfeito, algumas pessoas têm algo muito bem definido e específico e outras pessoas menos.

Achar o cara perfeito – ou quase perfeito – nem sempre é uma tarefa fácil quando estamos buscando no lugar errado. E isso deve estar acontecendo com você!

O cara perfeito incluí também o que ele deseja. Se apenas uma noite, um lance rápido, um namoro e até um casamento.

Talvez esteja difícil para você encontrar essa pessoa porque ainda não procurou no Disponivel.com. Com mais de 548.284 homens cadastrados tenho certeza absoluta que o “seu número” está lá te esperando. Clique aqui e comece agora mesmo.

What do you think?

Casal de homofóbicos propaga homofobia na rede e se dá muito mal; saiba

Homens são fotografados descamisados e falam sobre insegurança com os corpos