in ,

Imperdível! “Meu Filho, Lady Gaga” aborda relações familiares, minorias e preconceito

Peça de teatro conta a história de uma família pobre brasileir em que o filho sai de casa para estudar ballet na França e anos depois volta trabalhando como cover oficial da Lady Gaga.

+O que "X-Men Apocalipse" tem a ensinar a comunidade LGBT?

 
Com essa história, a peça reflete as relações familiares, a política brasileira, minorias, homofobia, preconceito, guerra de classes, desigualdade social, xenofobia, corrupção e até o famoso “jeitinho brasileiro”. Isso tudo em uma trama leve, divertida e engraçada.
 
A inspiração do autor para escrever essa comédia de costumes (gênero de teatro no qual se fala das mazelas da sociedade) foi o cenário do país. Não existe nada, absolutamente nada que não seja dito. "Se é comédia, não pode ser panfletário e se é, não pode ser escrachado, portanto, toda história é mesclada por reflexões existenciais e de cotidiano", afirma Genes.
 
É preciso ter muita coragem para lidar com o riso no fracasso e como lidar buscando um outro ponto? Rir de si mesmo! Esse é o remédio para curar os males a fim de refletir sobre tudo a sua volta. É o que lhe torna sábio, percebendo que a “estética’’ imposta pela sociedade em geral e mesmo o clown, te traz reflexões sobre os valores pré-estabelecidos e, sendo assim, você sabe exatamente qual seu papel dentro dela.
 
Lady Gaga, vestida sobre um dos personagens da peça e, diretamente transportada para o cenário brasileiro, traz não só uma lição de moral e valore, como também traz luz, abre janelas e ajuda a nos debruçar sobre inúmeras questões que de todas maneiras nos deixam parados ou deitados em berço esplêndido. E esse transporte da original para a personagem só diz que buscamos muitos caminhos a seguir e ele pode ser muito mais alegre e colorido e que a moral dessa estória vem de onde ninguém esperaria que viesse, sempre tocando em feridas bem abertas.
 
Vale lembrar, que espetáculo não se trata de um musical ou conta a história de vida da cantora, mas sim da mistura inteligente que o autor faz da popstar com a politica e sociedade atual brasileira.

O texto toca em feridas contemporâneas de forma sutil, em uma época que o preconceito, principalmente dentro das famílias, estão mascarados. É claro que se tratando de uma peça em que tudo (cenário, figurino, luz, coreografias) é inspirado em Gaga, não poderíamos deixar de ter muita cor, dança e alegria, além de um final apoteótico capaz de emocionar todos na plateia!

 
Serviço:

Teatro: Teatro Augusta (R. Augusta, 943 – São Paulo)
Sala:  Paulo Goulart.
Dias: 15, 16, 22, 23, 29 e 30 de Junho.
Horários: Quartas e Quintas – 21hrs
 
Para mais informações clique AQUI
 
 
 

Como seria o homem perfeito para você?
Todo mundo tem um tipo de homem perfeito, algumas pessoas têm algo muito bem definido e específico e outras pessoas menos.

Achar o cara perfeito – ou quase perfeito – nem sempre é uma tarefa fácil quando estamos buscando no lugar errado. E isso deve estar acontecendo com você!

O cara perfeito incluí também o que ele deseja. Se apenas uma noite, um lance rápido, um namoro e até um casamento.

Talvez esteja difícil para você encontrar essa pessoa porque ainda não procurou no Disponivel.com. Com mais de 548.284 homens cadastrados tenho certeza absoluta que o “seu número” está lá te esperando. Clique aqui e comece agora mesmo.

What do you think?

Sou gay e casei no exterior: Como “reconhecer” meu casamento no Brasil?

Funk contra o preconceito! MC Queer forma exército contra a homotransfobia no clipe de “Fiscal”