in ,

Divas dos gaymers

Com os ataques à PSN – a Playstation Network, que permite a integração online de jogadores pelo mundo – acabei conhecendo pelo Twitter o IGN, um dos portais sobre games mais bem atualizados e importantes coisa e tal. Por aqui, ocasionalmente compro uma ou outra revista de games, mas o Omelete é mesmo a minha principal fonte de informação quando o assunto são esses divertidos joguinhos.

Dia desses o IGN publicou um texto sobre os personagens gays no mundo dos games. O artigo pode ser lido aqui. Ele fala justamente sobre a ausência de caracteres neste universo, mas dá dois exemplos bastante legais. Um deles é o Yoshi. O outro é o Turok.

Na verdade, pra sintetizar, o caso do Yoshi é cercado de ambiguidade. Ele é namorado da Birdo, aquela dinossauro rosa de lacinho que cospe ovo e é vilã no Super Mario 2. Acontece que segundo o artigo, por algum tipo de erro ou engano na tradução do japonês para o inglês, Birdo seria macho, mas teria identificações femininas e preferia ser chamado de Birdetta.

                           

Acontece que em 2003, no guia do Super Mario Kart, a Nintendo assumiu que Birdo "parece ser a namorada de Yoshi, mas na verdade é seu namorado". O jornalista bastante atento às questões de gênero classifica a relação mais como queer, do que como hétero ou homo. Não deixa de ser uma leitura interessante.

Eu, que comecei a jogar vídeo-game desde pequeno (e sempre fui chegado num console hahahahaha), fiquei me perguntando quem seriam os ícones gays dos jogos eletrônicos. A primeira que me veio à cabeça foi Chun Li, do clássico Street Fighter.

Num jogo dominado por Ryu, Ken e seus hadoukens e shoryukens, Chun Li era um refresco feminino em meio àquele mar de homens broncos. E ela, além de pioneira sempre foi muito elegante, corajosa. Uma mulher de atitude. Se hoje, no Super Street Fighter IV há uma gama maior de personagens femininos é porque Chun Li abriu muito mais do que suas bem torneadas pernas durante as lutas. Ela deu uma voadora no machismo e ganha hoje status de diva desta minha humilde listinha.

No Mortal Kombat tínhamos a Sonya. Policial. Também corajosa e forte sem perder sua essência feminina. Eu também sempre jogava com ela. Outras personagens gays – na minha mente pelo menos – era a princesa Kitana, que é meio vagaba e até leque tinha, e a Sindel, que sabia como ninguém como bater um cabelo. Sem falar nos seus golpes, um dos mais legais de Outworld.

Mas eu sempre fui mais Street Fighter. E com o Playstation, devo dizer que a gama de divas aumentou. Como não ser enlouquecido por Lara Croft e todas suas milhões de habilidades? Não à toa Tomb Raider é uma das franquias mais bem sucedidas do mundo. A versão feminina de Indiana Jones era bem mais ativa que muito marmanjo e faz de um tudo. Manipula armas e veículos, nada, pula, corre. E passou por uma série de reformulações gráficas que só a fizeram melhorar visualmente.

Outra paixão feminina é Jill Vallentine. Uma das protagonistas da saga Resident Evil. Enfrentou zumbis e ameaças biológicas, sobreviveu ao Nemesis, foi infectada com um vírus mortal. Além de ter usado aquela saia preta incrível no terceiro jogo da série. Jill é uma das personagens mais legais dos jogos na minha opinião e Resident Evil 3 é um dos melhores já lançados. Claro que em termos de evolução de história e gráficos o Resident Evil 5 tem uma trama mais bem amarrada e uma sequência difícil de ser superada, além de trazer um Chris Redfield pra lá de reformulado.

Aliás, Chris Redfield está bem gostoso, além de mais resistente, forte e musculoso, neste jogo. Mas isto é assunto para um próximo post. Quais personagens masculinos dos games que te fizeram/fazem sonhar? Vocês concordam com a listinha de divas dos gaymers? Quem puder comenta aí embaixo e compartilha as experiências e lembranças com os jogos.

É isso.


Como seria o homem perfeito para você?
Todo mundo tem um tipo de homem perfeito, algumas pessoas têm algo muito bem definido e específico e outras pessoas menos.

Achar o cara perfeito – ou quase perfeito – nem sempre é uma tarefa fácil quando estamos buscando no lugar errado. E isso deve estar acontecendo com você!

O cara perfeito incluí também o que ele deseja. Se apenas uma noite, um lance rápido, um namoro e até um casamento.

Talvez esteja difícil para você encontrar essa pessoa porque ainda não procurou no Disponivel.com. Com mais de 548.284 homens cadastrados tenho certeza absoluta que o “seu número” está lá te esperando. Clique aqui e comece agora mesmo.

What do you think?

Rio lança campanha para atrair turistas gays internacionais

4ª Mostra Possíveis Sexualidades promove campanha de combate à homofobia em Salvador