in ,

“Coração Darkroom” estreia em SP e traz serial killer em universo gay

Estreia nesta sexta-feira (7), às 0h, a peça Coração Darkoom, no espaço Parlapatões, em São Paulo. A obra, cuja dramaturgia, concepção e interpretação é de Ricardo Corrêa, aborda um serial killer no universo gay.

+ Bruno Gissoni estará no elenco de Dzi Croquettes

De acordo com Ricardo, Coração Darkroom faz uma metáfora sobre os quartos escuros que as pessoas tem dentro de si e da comum repercussão de casos envolvendo assassinos em série na mídia.

"Filmes, livros e programas de TV retratam o assassino em série como resumo da violência contemporânea. Às vezes aparecendo como criaturas de horror, são figuras que transitam entre nós, entre a nossa vida. É um assunto que está no imaginário coletivo, pois temos fascínio perante a morte ", declara.

O espetáculo – que conta com orientação geral de Gabriela Rabelo e Davi Reis e fotografia de Everton Campanhã- é a primeira peça do repertório da companha Artera, dedicada a investigar temas contemporâneos e assuntos LGBT. Imperdível! 
 


Ricardo em "Coração Darkrooom"

SERVIÇO
Espaço Parlapatões
Praça Franklin Roosevelt, 158,
Consolação
Tel 11 3258 4449
Ingressos R$ 30,00 e R$ 15,00
Temporada de 07 de Novembro à 19 de Dezembro de 2014
Sextas-feiras à meia noite.


Como seria o homem perfeito para você?
Todo mundo tem um tipo de homem perfeito, algumas pessoas têm algo muito bem definido e específico e outras pessoas menos.

Achar o cara perfeito – ou quase perfeito – nem sempre é uma tarefa fácil quando estamos buscando no lugar errado. E isso deve estar acontecendo com você!

O cara perfeito incluí também o que ele deseja. Se apenas uma noite, um lance rápido, um namoro e até um casamento.

Talvez esteja difícil para você encontrar essa pessoa porque ainda não procurou no Disponivel.com. Com mais de 548.284 homens cadastrados tenho certeza absoluta que o “seu número” está lá te esperando. Clique aqui e comece agora mesmo.

What do you think?

Especial: Quando e onde as pessoas LGBT escondem o racismo?

Pela primeira vez, Lea T será garota propaganda de linha de cosméticos